28.04.2016, não custa nada

Havia algo que já não fazia há uns anos, por pura procrastinação: doar sangue. Vai-se adiando e adiando e, quando nos apercebemos, já se passaram anos desde a última vez. Como hoje o Instituto Português do Sangue e da Transplantação veio até à empresa para uma campanha de colheita, aproveitei para colocar isto em dia.

Conheço várias pessoas que nunca doaram sangue por medo, outras por pura ignorância (pensam que o sangue que doam lhes vai fazer falta, como se o nosso organismo não tratasse de o repor)... E depois temos aquelas pessoas que gostavam de doar, mas não podem.

Se nunca doaram sangue, informem-se dos locais onde o podem fazer na zona de residência e experimentem. Vão ver que não custa nada! E estão a ajudar alguém que precisa :)

No site do IPST têm toda a informação sobre o assunto, caso tenham dúvidas. Têm aqui alguma informação básica para potenciais dadores de sangue e aqui têm mais algumas respostas a perguntas frequentes sobre o assunto. Se estiverem interessados, também podem consultar informações sobre transplantação.

Não custa nada ajudar, até porque um dia podemos ser nós a precisar!

Comentários

  1. Adorava doar sangue, mas desde pequena que tenho problemas com o Ferro e a Ferritina, o que de vez em quando me provoca anemia e por isso não é aconselhável que doe para não perder o pouco Ferro que tenho. Mas fico com pena.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

O língua alemã e as suas declinações

A minha carteira até chora

Baby steps