14.03.2016, a desenvolver um certo ódiozinho de estimação

Se há algo com o qual me tenho deparado nas últimas semanas, é das falhas de percepção entre a população em geral (onde eu me insiro) e os senhores programadores informáticos, e vice-versa.

Basicamente, nós tentamos explicar algo (milhentas vezes, de milhentas formas diferentes) e eles continuam a não perceber o que queremos e a usar argumentos como "eu não percebo nada desse assunto", sendo que não precisam de perceber do assunto, apenas precisam olhar para os dados que fornecemos como aquilo que são: dados! Mas não, escolhem complicar e não ouvir aquilo que dizemos. O mais irónico disto é que, durante o desenvolvimento do software, esses dados (que eles não percebem, um drama) foram inseridos e interligados, tal como é suposto, mas agora já não dá. "Têm que ser vocês a inserir", dizem eles (estamos a falar "só" de, aproximadamente, 700 substâncias e outros que tais!). Ora, se percebêssemos algo de programação e desenvolvimento de software, talvez não teríamos recorrido a vocês! 

Vamos ter paciência...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O língua alemã e as suas declinações

F*ck what they say

A minha carteira até chora